18.9.17

Não entre em pânico

http://scontent.cdninstagram.com/t51.2885-15/s480x480/e35/15043795_1281567528572428_8741926187456004096_n.jpg?ig_cache_key=MTM5MDU1MDk3MzIzMTEyNTUwMQ%3D%3D.2
Namaste.
Preocupações em nossa mente é algo tão comum, que poderíamos ter em nossas escolas ou faculdades, uma matéria chamada "calma, não entre em pânico!" digo isso porque eu sou uma pessoa assim, sempre faço tempestades em copos d'água, mas não que eu queira atenção ou algo do tipo, eu simplesmente isolo minha mente de tudo que há neste mundo e foco tanto no problema que esqueço que sempre há uma saída mesmo quando eu não posso fazer nada, precisamos entender que nem tudo está ao nosso alcance, mas quando está podemos sim fazer algo. Existe um pensamento da qual me ajuda em muitos momentos de minha vida, é a respeito de nossos problemas, se vocês está com algum neste momento, pense comigo: esse problema tem solução? Sim? Então fique tranquilo, pois há uma solução. Seu problema não tem solução? Então fique tranquilo, não há nada que possas fazer, ao menos não agora, pode ser que mais tarde você consiga descobrir, mas até lá: mantenha a calma e não entre em pânico. Acredito que grande parte de nossos problemas é por causa da nossa pressa, querer tudo para ontem mas nem tudo é do jeito que queremos, devemos entender que tudo acontece quando e como tem que acontecer, muitas vezes as coisas ruins são necessárias para que possamos entender, aprender, crescer e evoluir, e se a gente não manter a calma, tudo que passamos nessa vida seria em vão. 
Tenha gratidão por tudo em sua vida, e saiba refletir sobre tudo, para se tornar alguém melhor a cada dia que se passa. 

 Caso tenha interesse, visita minha page no facebook Dramas de Jazz, ou o meu instagram com as minhas ilustrações @dramasdejazz ou meu twitter @jazzarrais <3

28.8.17

A gota de esperança

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/24/cc/ec/24ccecaef587eb071b604d5115731645--clock-wallpaper-hope-floats.jpg
Lúcia sentia todas as vezes em seu dia a dia uma sensação estranha quando ficava nervosa, ou quando simplesmente pensava demais. Certa vez, ao imaginar uma cena da qual nunca acontecera, sua garganta fechou, seus pulmões não mais trabalhavam e o ar que tentava puxar era em vão, logo em seguida sentiu a morte ao seu lado. Mas não morreu.
Ataques de pânico era o que Lúcia sentia, além de vários outros sentimentos e sensações, alguns agradáveis, outros nem tanto. E assim seguia sua vida, em alguns momento achando que ia morrer, em outros querendo, e algumas vezes do seu dia, pouquíssimas vezes, mas o suficiente para lhe manter de pé, ela sonhava e planejava coisas incríveis para fazer de sua vida, quando pudesse finalmente ter uma. Era essa gotinha de esperança em um oceano de sensação de morte, que a fazia ainda sobreviver.
Lúcia sabia que um dia tudo isso ia finalmente acabar, essa prisão da qual ainda vivia e se sentia, sua mente, por mais que tentasse sabota-la fazendo-a pensar que nada mudaria tentando leva-la ao fundo do povo escuro, aquela gotinha de esperança começava a brilhar, era um brilho simples, singelo e fraco, bastante delicado e praticamente imperceptível, menos para Lúcia, ela conseguia perceber aquele brilho, que para muitas pessoas poderia ser pouca coisa, ou simplesmente nada, mas para ela, para ela, para Lúcia, era tudo!

24.8.17

Não cobice a vida do outro

https://www.frasesdobem.com.br/wp-content/uploads/2014/03/nao-importa-a-cor-do-ceu.jpg
No mundo digital em que estamos inseridos, é bem comum observar através das redes sociais, o quanto as pessoas aparentemente são felizes, perfeitas e que todos os dias vivem aventuras que poderiam até ser roteiros de filmes tipicamente americanos, mas sabemos que não é bem assim. Sabemos que todos tem suas dificuldades, sejam físicas, financeiras, familiares, emocionais ou mentais e o que mais existir nesse mundo, então qual o motivo de ficarmos tristes ou até mesmo chateados por notar que tal pessoa tem fotos incríveis no seu feed do Instagram mostrando total alegria, fotos de comidas super bonitas, roupas lindas, restaurantes e um sorriso estampado no rosto e ficamos até mesmo com inveja por as pessoas serem tão felizes e nós não, mas será mesmo que essa pessoa tem total alegria? 
Esses dias estava olhando o feed do meu Instagram, pois estou querendo organizar ele e deixar bonitinho, e notei que nas fotos eu aparentemente parecia feliz, inclusive nessa minha foto que coloquei ao lado do blogger, mas a grande realidade que estava (e ainda estou) passando por maus bocados psicologicamente falando, e também estava ainda indo para um curso da qual odiava, tem outras fotos que apareço sorrindo, mas lembro claramente que nesse dia eu estava quase chorando por ter que ir mais um dia para a faculdade, então pensei, meu feed é mentiroso assim como eu sou, mas a gente não quer mostrar coisas ruins para as pessoas, a gente quer tentar passar coisas boas para tentar lembrar dessas coisas boas, a gente perde muito tempo de nossas vidas cobiçando a vida do outro e esquecendo da nossa própria vida, cobiçando o sorriso do outro e esquecendo do nosso sorriso, cobiçando o outro e esquecendo da gente, temos tanta necessidade de querer ser o que não somos, que esquecemos o que temos de bom em nossa vida, e olha, posso lhe afirmar que não é nada fácil ser feliz com o que temos ou conosco, mas se a gente não tentar dia após dias, seremos pessoas totalmente frustradas e invejosas que olha fotos dos outros e ficando triste por não ser a nossa vida ali.
Pare de olhar para a grama do vizinho e comece a regar o seu gramado, cuide do seu gramado para você ser feliz nele, e isso demora e não tem problemas, tudo que é bom demora, um bolo gostoso tem que ter o tempo certo no forno e assim é nossa vida, e se der errado, podemos tentar novamente, temos ainda muito tempo para tentar, mas não temos tempo a perder.

14.8.17

Um dia acaba e está tudo bem

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/95/62/95/9562954894ef8556741268483f59de02--autumn-rain-nyc-rain.jpg
Ao longo de nossas vidas, nos deparamos com inúmeras pessoas que entram em nosso cotidiano e rapidamente já fazem parte de nós, mas como tudo é um aprendizado, nem sempre essas pessoas irão ficar definitivamente, e quer saber, está tudo bem. Você não precisa ficar mal se alguém resolveu ir embora, não digo apenas uma mudança física e localidade, mas uma mudança de adeus, quando você perde algum vínculo especial com alguma pessoa que era considerada importante, isso acontece e muitas das vezes se é necessário, precisamos de muitas coisas para crescer, evoluir e começar a tomar coragem para enfrentar as dores que existem, e acredite, o tempo que você ficou ao lado dessa pessoa que foi embora, lhe serviu para aprender mais, para ser mais forte e muito provável você também fez uma mudança positiva na vida dela, mas é isso, as coisas precisam mudar, a roda gigante precisa girar, se o mundo não rodar e parar de vez, tudo A-C-A-B-A e se tudo acabar, qual o sentido? É tão bom dá espaço em nossa vida, em nosso ser para aprender mais coisas, para conhecer mais pessoas, para descobrir que nem tudo é preto e branco e que existem cores lindas das quais nem se quer imaginamos que existia.
Está tudo bem mudar, está tudo bem sair, está tudo bem ir embora, o importante nunca é a chegada mesmo, e sim o caminho, então me diga, não... diga a si mesmo, pense, o que de bom você aprendeu com aquela pessoa que foi embora? O que de bom você deixou para a pessoa que foi embora? Cultive coisas boas, lembrando que um dia, terá que colher, tudo precisa voar, tudo precisa sair, tudo precisa um dia ir embora, as vezes chega a ser um pouco tenso, triste e até mesmo desesperador pensar que alguém especial pode um dia ir embora e nunca mais falar conosco, mas isso é a vida, isso é viver, viver é aprender como já dizia nossos sábios personagens da Disney, então, vamos tentar por um sorriso nesse rosto, e refletir todas as coisas boas que essas pessoas deixaram em nosso caminho? 

  • Não esqueça de curtir a page do blog e de ilustrações. Assista ao vídeo Document Your Life 
ILUSTRAÇÃO FEITA POR MINHA PESSOA, CASO QUEIRA ENCOMENDAR, ENTRE EM CONTATO PELA DM DO TWITTER @JAZZARRAIS ou pelo email também "jhessycarvalhosz92@gmail.com"
°•Clique na imagem, para ver em tamanho original•°
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...